ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Governo do Estado entregou obra de 26 quilômetros da PR-459

Este trecho da rodovia, entre o distrito de Dois Pinheiros, em Pinhão, até Reserva do Iguaçu,era de terra e a pavimentação era uma antiga reivindicação da população.

12/06/2017

O governador Beto Richa entregou neste sábado (10) a obra de 26 quilômetros da PR-459 – entre o distrito de Dois Pinheiros, em Pinhão, até Reserva do Iguaçu.

O Governo Estado investiu R$ 30 milhões na obra, que dará mais segurança aos motoristas e mais agilidade ao escoamento da produção agrícola. A rodovia é uma importante via de deslocamento de pequenos agricultores que abastecem grandes cooperativas, como a Agrária e a Coamo.

PONTES - Ao longo dos 26 quilômetros do trecho foram feitos trabalhos de drenagem, terraplenagem, conformação geométrica da rodovia (melhorias no traçado, deixando a rodovia mais segura), compactação e colocação de asfalto. Além disso também foram feitas duas pontes e acostamentos em alguns trechos da rodovia.

Sobre o rio Capão Grande foi construída uma nova ponte com 60 metros de comprimento, nove metros de largura e 64 vigas de sustentação da estrutura. A antiga ponte tinha somente uma faixa de circulação, já a nova foi adequada com circulação em ambos os sentidos, inclusive com áreas exclusivas para os pedestres.

Sobre o rio Lajeado Torres, a ponte foi alargada e modernizada passando a ter nove metros de largura, com duas faixas de circulação e passeio para pedestres nos dois lados, guarda-corpos e defensas foram instalados para aumentar a segurança dos motoristas e moradores.

TURISMO - Segundo o prefeito de Pinhão, Odir Gotardo, a pavimentação da rodovia vai ajudar também a incentivar o turismo na região. “As cooperativas, os agricultores e produtores rurais, têm uma grande perspectiva no segmento do turismo e essa estrada é um instrumento muito importante para a nossa região. Muita gente batalhou por essa obra que se concretiza agora e que vai significar muito mais do que os mais otimistas imaginaram”, disse.

Pinhão tem mais de 32 mil habitantes e mais de 50% dos moradores estão nos seis mil quilômetros de área rural que o município possui. “As possibilidades e oportunidades da região se dividirão em antes e depois dessa obra”, disse.

MENOS TEMPO - Como a estrada era de terra, muitos motoristas desviavam a PR-459 e passavam pela BR-373, por Candói, depois a BR-277 até chegar a Guarapuava. Com a conclusão da pavimentação a distância entre Reserva do Iguaçu e Guarapuava diminuiu em cerca 20 quilômetros para quem opta por seguir pela PR-459. Além de economizar tempo de viagem, os motoristas evitam o movimento intenso das BRs 373 e 277.

O agricultor Jerônimo Borcat, 74, morador de Reserva do Iguaçu, afirma que o trajeto que faz praticamente todos os dias até a Cooperativa Coamo, em Pinhão, demorava cerca de duas horas. “Agora em 40 minutos fazemos esse trajeto com caminhão carregado. É uma diferença muito grande para nós agricultores”, afirmou.

João Maria da Silva, 49, é encarregado de uma fazenda em Reserva do Iguaçu que escoa a produção de milho, soja, cevada e trigo para a Cooperativa Agrária, em Pinhão, pela PR-459.

“Essa obra vai nos beneficiar no transporte, baratear o frete com menos desgaste de caminhão. Era um sonho que está sendo realizado. Era desgaste com pneu, quebra de veículos, muito transtorno e esse sonho antigo se torna realidade”, disse.

 

AEN

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar