ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Papa Francisco proíbe venda de cigarros no Vaticano a partir de 2018

Os cigarros são vendidos a preços reduzidos para funcionários e pensionistas do Vaticano.

09/11/2017

A venda de cigarros será proibida no Vaticano a partir do ano que vem devido aos problemas de saúde associados ao tabagismo. A ordem foi dada pelo Papa Francisco. Em comunicado, a Santa Sé informou que “não pode cooperar com uma prática que prejudica claramente a saúde das pessoas”. Os cigarros são vendidos a preços reduzidos para funcionários e pensionistas do Vaticano.

O porta-voz do Vaticano, Greg Burke, reconheceu que a venda de cigarros foi uma fonte de receita para a Igreja Católica, mas acrescentou: “nenhum lucro pode ser legítimo se custar a vida de pessoas”.

A venda de charutos, no entanto, vai continuar sendo permitida, já que a fumaça não é inalada.
Burke destacou dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) que atribuem ao fumo a morte de 7 milhões de pessoas por ano no planeta

 

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar