ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Alexandre Pires tenta reconquistar o mercado latino com single hispânico

17/11/2017

Alexandre Pires volta a apostar no mercado latino-americano após ambicioso projeto fonográfico, DNA musical (2017), que o juntou com grandes nomes da MPB sem surtir o efeito desejado de dar upgrade na imagem e no status do artista mineiro no mundo da música. 

Single disponível nas plataformas digitais a partir de hoje, 17 de novembro de 2017, Traicionar es bueno pero es pecado (Som Livre) apresenta gravação em espanhol que explora os clichês da música latina. Pires cai em certo suingue, com ecos do balanço da música mexicana, para falar de amor e traição com certo moralismo evidente já no título da composição.

Com o single, o artista dá o pontapé inicial no projeto de retomada do mercado latino formado por países de língua hispânica. Pires gravou o primeiro disco em espanhol na segunda metade dos anos 1990, como vocalista do grupo mineiro Só pra Contrariar (o álbum vertia os maiores hits do SPC para o espanhol). Em 1999, dueto com a cantora de origem cubana Gloria Estefan na música Santo Santo ajudou a popularizar a voz e a figura de Pires no mercado latino, para onde o cantor direcionou o primeiro álbum solo em espanhol, Es por amor (2001). Em 2003, o cantor alcançou fama planetária ao cantar Garota de Ipanema(Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, 1962) diante do então presidente norte-americano George W. Bush, em cerimônia na Casa Branca.

Contudo, a partir da segunda metade dos anos 2000, a carreira hispânica de Pires foi perdendo fôlego, o que fez o cantor concentrar esforços no mercado fonográfico brasileiro. O single Traicionar es bueno pero es pecado é uma tentativa de reconquista do rentável território latino-americano.

(Fonte: G1)

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar