ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Domingo foi dia de mutirão de consultas oftalmológicas no Cisgap

Desde 7h30 da manhã 100 consultas foram agendadas. Mutirão começou sexta-feira (19) e vai até dia 27. Expectativa é atender 700 pacientes.

21/01/2018

O Cisgap (Consórcio Intermunicipal de Saúde Guarapuava, Pinhão e Turvo) realizou nesse domingo (21) mais um dia de mutirão de atendimentos oftalmológicos. Foram agendadas 100 consultas, divididas entre manhã e tarde. Desde sexta-feira (19), quando iniciou o mutirão, até o próximo sábado (27), serão disponibilizadas 700 consultas oftalmológicas. Os pacientes estão sendo chamados por telefone. Por isso, manter o cadastro atualizado é fundamental. Essa é uma obrigação do usuário, que deve informar alterações de telefone e endereço na UBS (Unidade Básica de Saúde).

Leia também: Faltam médicos especialistas na região?

No início da tarde de domingo (21) Adelino François aguardava ser chamado para o consultório. Ele disse à reportagem da Rádio Cultura que está na fila há dois anos. “Com o óculos que eu tenho já não enxergo mais”, disse. Com o problema na visão, sem enxergar com um dos olhos, ele teve que deixar a profissão de motorista de caminhão.

Oftalmologia é a principal demanda dentre as 18 especialidades atendidas no Cisgap. No entanto, no ano passado, 1009 pessoas não compareceram às consultas, segundo a direção do Consórcio. A demora para marcação das consultas, argumentam os pacientes, é um dos motivos para não comparecimento.

“Se eu fosse esperar teria perdido minha profissão, porque trabalho com sobrancelhas”, disse à reportagem da Rádio Cultura a cabeleireira Irene Aparecida. Devido a demora, ela explicou que precisou procurar o serviço particular.

“Hoje compareci porque o problema já está me afetando novamente”, disse. “Eles me ligaram sexta-feira para fazer uma consulta que estou esperando a três anos”, completou Irene.

Ela mencionou a situação do filho, que foi atendido na especialidade de otorrinolaringologia, desde novembro está com exames prontos mas ainda não foi chamado para retorno. “Será que esses exames não vencem?”, questionou Irene.

Ausências

Entre cadastros desatualizados e desistências pela demora, no ano passado 6615 consultas foram agendadas e os pacientes não compareceram. Além de oftalmologia (1009), as especialidades que mais registraram faltas de pacientes foram cardiologia (947) e ortopedia (938). Endocrinologia (765), otorrinolaringologia (657) e cirurgia geral (571) também registram faltas significativas.

A recomendação é que além de manter o cadastro atualizado no posto de saúde, os pacientes avisem caso não possam comparecer ao atendimento no dia, local e horário agendado pelo Cisgap. Isso possibilita o encaixe de outro paciente na vaga.

Galeria de Fotos

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar