ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Saúde alerta sobre risco de acidentes com fogos de artifício

Paraná registrou 179 internamentos causados por fogos de artifício, ficando na sétima posição entre os estados brasileiros.

03/07/2018

O Paraná é o sétimo estado brasileiro com maior número de internações causadas por acidentes com fogos de artifício. O dado consta do levantamento feito pelo Conselho Federal de Medicina, em parceria com as Sociedades Brasileiras de Cirurgia de Mão e de Ortopedia e Traumatologia, divulgado no mês passado.

A pesquisa analisou os dados do Sistema de Informações Hospitalares do SUS dos últimos 10 anos. Segundo o estudo, entre 2008 e o ano passado, o Paraná registrou 179 internamentos causados por fogos de artifício, ficando na sétima posição entre os estados brasileiros.

Em todo o país, foram 5.063 internamentos no período. De acordo com os dados do levantamento, homens são a maioria das vítimas. Do total de internamentos registrados no país, 83% envolve vítimas masculinas, 17% femininas e 39% crianças e adolescentes.Quando usados de forma inadequada, os fogos de artifício podem causar sérias lesões. Além do risco de queimaduras graves, especialmente na área da face, pescoço e membros superiores, outros problemas comum são os traumas, principalmente nas mãos.

Os fogos de artifício podem causar acidentes quando apresentam defeitos de fabricação e montagem ou são manipulados incorretamente. Deve-se sempre seguir as instruções nos rótulos dos produtos e quem estiver alcoolizado ou sob efeito de drogas não deve manipular os fogos de artifício.

Em casos de acidentes com fogos de artifício, a conduta correta é procurar atendimento médico especializado. Dependendo da gravidade, os serviços de emergência 192 e 193 devem ser acionados imediatamente para socorrer a vítima no local da ocorrência. 

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar