ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Janeiro é mês de missão em Guarapuava com a segunda etapa da MDJ

Em 2018, 184 jovens de todas as paróquias da diocese, participaram efetivamente dos trabalhos, além de uma grande equipe de apoio que ofereceu suporte aos missionários.

10/01/2019

Mais uma vez, a Missão Diocesana Juvenil (MDJ) da diocese de Guarapuava marca presença de testemunho e evangelização junto à comunidade. De 19 a 27 de janeiro de 2019, a paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Guarapuava, realiza a segunda etapa da MDJ, que compreende o biênio 2018 - 2019.

Nesta edição, a experiência é a de promover a Missão em ambiente urbano. Como em 2018, a MDJ será realizada na terceira semana de janeiro, período de férias estudantis, uma vez que a maioria dos jovens missionários é composta por estudantes do ensino médio e universitário. Visita às casas e conversa com os moradores, além de troca de experiências, são elementos que fazem parte da missão que tem como lema: “Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2,5).

Em 2018, 184 jovens de todas as paróquias da diocese, participaram efetivamente dos trabalhos, além de uma grande equipe de apoio que ofereceu suporte aos missionários. Todos se disseram preparados e ansiosos para repetir as tarefas em 2019. Também se somaram à missão, no ano de 2018, os padres Sebastião Gulart (pároco de Rio Bonito do Iguaçu), Adalto José Bona (Atual pároco de Pinhão), Valdecir Badzinski (atual secretário-executivo do Regional Sul 2 da CNBB) além do pároco local, à época, padre Carlos de Oliveira Egler (atual ecônomo da diocese de Guarapuava). Outros padres da diocese também colaboraram nas celebrações e animações da MDJ em 2018.

PREPARAÇÃO

No dia 15 de outubro de 2018, integrantes da equipe organizadora da MDJ, participaram de um encontro com o bispo da diocese de Guarapuava, Dom Antônio Wagner da Silva, com o objetivo de avaliar os trabalhos realizados até então e preparar os próximos passos missionários.

Conforme o coordenador da Ação Evangelizadora na diocese, padre Itamar Abreu Turco, a reunião foi proveitosa e possibilitou aos presentes exporem suas ideias e propostas para que a MDJ continue a crescer e a dar resultados positivos para a sociedade. “O objetivo foi avaliar os quase 14 anos de missão e dar qualidade no processo de evangelização missionária dos jovens. As propostas continuam a ser estudadas e novos encontros serão realizados para que possamos afinar os trabalhos que serão desenvolvidos em janeiro de 2019”, sublinhou padre Itamar na ocasião.

MISSÃO

Grupos de 16 e 18 missionários visitam dez setores, quatro em áreas urbanas e seis em localidades rurais de abrangência da paróquia.

Antes de saírem a campo, os missionários recebem uma preparação espiritual na matriz.

O intuito dos trabalhos da MDJ é envolver o maior número de pessoas possível em prol da renovação dos compromissos cristãos e humanos. A ideia, conforme a Pastoral Juvenil; é promover discussões e desenvolver projetos que beneficiem a comunidade que recebe a missão em seus vários setores, mas sem perder o foco evangelizador dos serviços. Também de acordo com a Pastoral, há um crescimento pessoal expressivo para os jovens missionários com base na convivência e percepção de valores humanos e novas realidades que, por vezes, estão à volta, mas que não são notadas.

“A cada edição dos trabalhos, há um grande aumento no número de jovens querendo participar. Isto nos alegra, mas também nos aponta que precisamos ter responsabilidades e compromissos firmes em relação às tarefas que desenvolveremos e também aos objetivos dos nossos trabalhos que visam unir a Igreja”, contou o diácono Felipe Geraldo Madureira, coordenador da Pastoral Juvenil na diocese, ao final da primeira etapa da MDJ na paróquia Nossa Senhora de Fátima.

 

Diopuava

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar