ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

Camponeses de seis cidades do Estado doam mais de 52 toneladas de alimentos aos pobres neste sábado, 29

Convidado pelas lideranças, Dom Amilton Manoel da Silva, bispo da diocese de Guarapuava, proferiu bênção aos alimentos e agradeceu a todos pela iniciativa evangelizadora que é capaz de pôr fim à fome de quem mais precisa.

29/05/2021

Alimentos cultivados por assentados, acampados, posseiros e comunidades tradicionais camponesas de seis cidades do Paraná vão chegar à mesa de famílias que enfrentam a fome neste período de pandemia da COVID-19. Durante a semana os produtos foram colhidos, lavados e preparados para a entrega hoje, sábado, 29 de maio. São contemplados com o ato solidário, bairros de Guarapuava e Pinhão, região Centro-sul do Estado.

Uma grande diversidade de grãos, frutas, tubérculos, legumes e verduras está sendo partilhada por famílias camponesas dos municípios de Inácio Martins, Candói, Cantagalo, Campina do Simão, Guarapuava e Pinhão. Cerca de 30 comunidades participam da ação solidária.

Esta é a terceira vez que as comunidades da região se unem para doar parte de suas produções a quem mais enfrenta as consequências da crise econômica durante a pandemia. Na primeira ação, realizada no dia 30 de maio de 2020, foram doadas 51 toneladas de alimentos, com uma variedade de mais de 60 itens.

A arrecadação para a doação desde sábado superaram à do ano passado. Os alimentos foram organizados em kits de 15 a 20 quilos cada. A maior parte dos itens doados são produzidos sem uso de agrotóxicos, em pomares, lavouras e hortas de áreas da Reforma Agrária e da Agricultura Familiar.

Em Guarapuava, as doações vão chegar aos bairros Paz e Bem, Xarquinho, Residencial 2000, Jardim das Américas e Colibri. Já em Pinhão as entregas serão nos bairros Colina Verde, Ouro Verde e Invernadinha.

A iniciativa faz parte da campanha nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) para doar alimentos a quem enfrenta a fome neste período. De abril de 2020 até agora, mais de 620 toneladas de alimentos foram doados por famílias acampadas e assentadas no Paraná. 

BÊNÇÃO DOS ALIMENTOS

Dom Amilton Manoel da Silva, bispo da diocese de Guarapuava, fez a benção dos alimentos em frente à Catedral Nossa Senhora de Belém, na manhã de hoje. Representantes da coordenação da atividade estiveram reunidos com o líder religioso no último dia 20, quando conversaram sobre a realização da cerimônia.

Nelson Preto, morador do assentamento Nova Geração, em Guarapuava, e integrante da direção estadual do MST, faz parte do grupo de trabalho que está mobilizando as comunidades rurais desde o início de maio.

Dom Amilton expressou a alegria de poder participar do projeto que, segundo ele, além de social, é evangelizador, pois leva a mensagem de cristo a todos os povos, principalmente a quem mais precisa neste momento de dor e incertezas. “‘Dai-lhes vós mesmos de comer’ (Mc 6,37). Acabei de testemunhar o pedido de Jesus sendo atendido pelos assentados, acampados, faxinenses e posseiros, da diocese de Guarapuava, que se uniram, juntaram 52 toneladas de alimentos e mais uma vez, trouxeram para distribuir nas periferias da cidade de Guarapuava. Parabéns, irmãos e irmãs, por este gesto que mata a fome e constrói um mundo novo. Deus vos abençoe”, escreveu o bispo em suas redes sociais.

 

Galeria de Fotos

Comentários