ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

ACIG afirma que não receberá deputados que votaram a favor do "fundão eleitoral"

19/01/2022

Na última sexta-feira (14), a diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava (ACIG) divulgou um comunicado aos Parlamentares que votaram a favor do aumento do fundão eleitoral.

O primeiro vice-presidente da ACIG, Claudinei Pereira, concedeu entrevista à Cultura FM. (ouça a entrevista clicando no player)

Confira o comunicado

“Assim como Entidades Empresariais de outros Estados, a Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava (ACIG), por intermédio de sua diretoria, informa que, no ano de 2022, adotará medidas diferentes em relação às visitas de representantes da esfera municipal, estadual e nacional para dialogar demandas locais que impactam a região.

A ACIG entende que os parlamentares que votaram a favor da derrubada do veto da Presidência da República, no dia 17 de dezembro de 2021, sobre o valor do Fundo Eleitoral em até R$ 5,7 bilhões para 2022, agiram contra o bem comum, contra nossos mais de 900 associados e todos os brasileiros. Deste modo, a entidade não terá disponibilidade em recebê-los no ano decorrente.

Reforçamos o respeito aos representantes, assim como nossa postura apartidária, mas destacamos nossa missão de trabalhar em prol do desenvolvimento e crescimento da região, priorizando sempre pelo bem geral da nossa comunidade.”

 

O que é o Fundão?

Ele foi criado em 2017 para financiar as campanhas eleitorais depois que o STF (Supremo Tribunal Federal) proibiu as doações de empresas. O presidente queria vetar a proposta de R$5,7 bilhões, limitando a R$ 2 bilhões, entretanto, o veto do presidente foi derrubado durante sessão do Congresso.

Galeria de Fotos

Comentários