ouça as rádios cultura FM 93 FM
facebook instagram twitter youtube

CNBB prepara mobilização para homenagear 500 mil mortos pelo novo coronavírus

Para sábado, dia 19 de junho, está prevista uma missa que terá transmissão pela Cultura FM de Guarapuava e todas as dioceses serão convidadas a tocar os sinos às 15h, na hora da Misericórdia.

17/06/2021

Matéria em áudio - ouça aqui

O Brasil se aproxima da lamentável marca de 500 mil pessoas vítimas do novo coronavírus. Nesse contexto de luto, perdas e necessidade de esperança e consolo, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) prepara orações, homenagens e mobilizações sociais para fazer memória de tantos brasileiros e brasileiras que partiram e para ressaltar a mensagem de que “toda vida importa”.

Para sábado, dia 19 de junho, está prevista uma missa que terá transmissão pela Cultura FM de Guarapuava e todas as dioceses serão convidadas a tocar os sinos às 15h, na hora da Misericórdia.

Para o bispo auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, a iniciativa da CNBB, com apoio de outras entidades, “é um ato de solidariedade, de esperança de compromisso para tentar fazer o Brasil um pouco melhor”. Ele acredita que todas as pessoas que, de algum modo, têm o mínimo de sensibilidade no coração devem parar nesse momento para refletir.

“É um número simbólico, que mexe com a agente. Essas viradas matemáticas elas mexem muito com a gente, meio milhão de pessoas é muita gente”, destacou dom Joel.

O momento de oração e as manifestações que devem ocorrer durante esta semana representam, segundo dom Joel, “um gesto de presença junto ao povo brasileiro e de solidariedade também com toda as pessoas tiveram covid-19 e, mais ainda, tiveram entes queridos mortos pela covid-19 em alguma situação de desassistência, com demora de vacina, desestímulo a medidas sanitárias todas – distanciamento, máscaras e afins”.

O momento de oração possibilitará que “cada um, independentemente do que creia ou não, possa parar, pensar e refletir”.

Imagem: site da CNBB

Fonte: cnbb.org.br

Comentários




acompanhe a central cultura no facebook

Basta clicar no botão Acompanhar logo abaixo.

Fechar